Archive for the ‘Uncategorized’ Category

chapitre Z58

May 6, 2012

snaph: cara, sem querer parecer muito intrometido, mas rola de dormir na sua casa hoje?
andré: ih, amanhã cedo tenho auto-escola. sem contar que amanhã vou trazer minha mulher pra cá. não que eu esteja te trocando por uma mulher, mas eu estou te trocando por uma mulher.

chapitre Z57

April 15, 2012

anônimo: já tentou levantar o pau sem piscar o cu?
snaph: hã?
anônimo: tenta.
snaph: … ah, tá.

chapitre Z56

February 14, 2012

pai: mas então, ray, achei uns quadrinhos que o snaph fez quando ele tinha cinco anos..
snaph: pai… eu não tinha cinco anos. eles são de DOIS MIL e cinco.
pai: …! nossa, que trágico!
ray: aheuahueaheuahe

chapitre Z55

February 11, 2012

snaph: e aí, vamos fazer alguma coisa que não custe dinheiros?
anônimo: neste mundo de hoje é muito raro. nem pra eu fazer sexo com a minha namorada não sai por menos de 10 reais. gasto 6 reais com busão, mais uns 4 com camisinha. se eu comer um chips, já estourei minha cota.
snaph: genial, hahahaha
anônimo: é a realidade, fi. se quiser sair pra tomar uma glacial [você toma 10 pra ficar legal]…
snaph: mas aí já são 20 contos.
anônimo: aí! viu?!

chapitre Z54

February 11, 2012

vou tentar reproduzir um diálogo que tive essa noite com arthur e rafael na coruja.

rafael: então, cara, você com essa flauta doce na mão faria muito sucesso no lado b de juiz de fora.
snaph: realmente, flauta doce não impõe respeito algum.
rafael: os bacaninhas todos ficam com violão por aí com as menininhas indo atrás.
snaph: acha que eu devia aprender uma música ao menos, no violão?
arthur: não, não! escuta aqui: você nunca vai ser um dos bacaninhas. o que você devia fazer, no máximo, era tentar convencer os bacaninhas batendo com sua flauta na cara deles.

chapitre Z53

July 14, 2011

referência a um arquivo de bloco de notas. o conteúdo…

chapitre Z52

June 2, 2011

bárbara: daqui 10 min. será meu aniversário. não se esqueça.
snaph: ok.
{10 min. depois}
snaph: FELIZ ANIVERSÁRIO, ENVELHEÇO NA CIDADE, e tal.
bárbara: ÓH, VOCÊ LEMBROU!
snaph: como eu esqueceria!

chapitre Z51 – uma boa idéia

May 29, 2011

anônimo: ah, mas eu gosto é dos vídeos pornôs bizarros. não tão 2 girls, 1 cup, mas algo doido.
arthur: ih… cê é do lado negro da força? me diz: qual a cor do seu sabre de luz?

um bêbado mitomaníaco discutindo com a gente.

bêbado: tu é um filho de uma puta! filho de uma puta!
snaph: sou, cara. fazer o quê…
bêbado: filho de uma puta!
snaph: pois é.
bêbado: tu é um corno filho de uma puta!
arthur: OPA! é o primeiro corno virgem que eu conheço!

chapitre Z50

April 27, 2011

viglioni: chuta o que tô ouvindo.
snaph: JOHN ZORN!
viglioni: lucifer – book of angels!
snaph: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH!
gozei na calça, vou limpar. hahaha!

contando piada pra minha vó.

snaph: então, vó, o mineirinho chega no bar…
{avô entra na cozinha}
snaph: …
avó: aí ele fica quieto.
snaph: heoaiheaoihe!

avó chega no quarto e fica me encarando.

avó: cê tá com os ói aberto ou fechado?

chapitre Z49

March 12, 2011

escrevi um poema meio surreal sobre um gato.

alexandre: só uma coisa: esse poema fala sobre um gato mesmo? {coçando o queixo}
snaph: é, por quê?
alexandre: é que se um dia você ficar famoso e morrer em seguida, vão inventar mil significados pro gato.

chapitre Z48

December 31, 2010

ano novo chegando.

sai o resultado da tal mega-sena da virada.

léo: e aí, que números saíram?
snaph: nenhum que meu pai marcou.
léo: e deus mais uma vez salvou o mundo de uma catástrofre…

chapitre Z47

November 24, 2010

anônimo: e aí, zé, limpou lá direitinho com algodãozinho molhado? hahaha!
: aham, limpei direitinho a tua mãe!
professor de biologia: HUEAUHEAHUEAHUEAUEAHAEUEAUHEAUAEUH!
todos {rindo da histeria do amigo acima}: hauehauheua!

chapitre Z46 – fatídicas batatas

November 17, 2010

snaph: minha mãe preparou umas batatas em conserva uns tempos atrás, mas ninguém comeu. quer ir pro jorge [bar] ou similar pra comê-las no sábado? eu levo… as batatas! hehe
marrom: cara, sábado meu irmão vai casar.
snaph: ah… posso levar as batatas pro casório?

chapitre Z45

November 14, 2010

‘a minha idiotice combinada com a loucura de vocês dá uma coisa legal.’
snaph, sobre vermes.

chapitre Z44

November 9, 2010

‘ele consegue ser pior do que ele foi. cria uma chaga na gente.’

dodô, sobre certa pessoa que faz todo mundo desanimar de ver um filme que foi por ele elogiado.

chapitre Z43

October 29, 2010

após assistir uma propaganda da lacoste [a marca do jacaré] em espanhol.

mãe: lacoste é italiano?
irmã: é francês.
mãe: então por que a propaganda tá em espanhol?

???????

chapitre Z42

August 26, 2010

snaph: e aí, cara, como vão as orgias na faculdade?
viglioni: cara… eu faço física.
snaph: ah… perdão.

chapitre Z41

August 12, 2010

chegando à ‘multiverso’, ouvindo toccata e fuga, do j. s. bach no carro.

thiago: é, com essa música só podia ser você mesmo!
arthur: ou a morte.

conversa com juliana.

juliana: engraçado foi hoje a garota do IBGE aqui em casa fazendo censo. adoro virar um número, é super hilariante ser uma estatística.
snaph: eu estou determinado a ser uma estatística das pessoas que não querem ser estatísticas.

chapitre Z40

January 21, 2010

vitão: ah, cara, ainda vou construir um vibrador que faz a barba, frita ovo e que tenha 5 velocidades. aí vou dar de presente pra você e pra ana.
snaph: ela faz barba?

chapitre XIV – rpg

November 14, 2009

na casa do artur, pra pseudo-discutir algumas coisas de um futuro rpg, incluindo planos paralelos.

artur: tá ligado no ‘plano dos comedores de cu nervosos’?
snaph: não… mas quem é nervoso? os comedores ou os cus?
artur: RÁRÁ! essa é a questão. só indo lá pra descobrir.
{diálogo hipotético entre dois personagens}
personagem 1: e aí, você tava no plano dos comedores de cu e tá SORRINDO?
personagem 2: é claro, eu SAÍ de lá.
{voltando à vida real}
todos: HEUAHUEHAUEAH!

artur: então, vamos listar as armas de um personagem hipotético do anônimo em ordem alfabética?
snaph: okay.
rafael: a-tiradeira.
dodô: b-azuca.
artur: c-arabina.
{e assim prosseguem}
artur: letra ‘i’… letra ‘i’…
snaph: bem, voltemos a discutir a zona fantasma.
{prossegue discussão sobre a zona fantasma. minutos depois…}
rafael: é moçada…
todos: ?
rafael: não tem arma com letra ‘i’.
todos: HEUAHEUAH!

chapitre Z39

October 17, 2009

cauan: cara, vou receber 200 reais do curso do shopping.
snaph: legal cara!
cauan: aí vou comprar mais filmes! haha!
snaph: é um ciclo vicioso.
{minutos depois}
cauan: não!
snaph: não o quê, cauan?
cauan: não é um ciclo vicioso! comprar filmes não me dá dinheiro.
snaph: hueahuehaueah! você ainda tá pensando nisso?
cauan: hueaheuaheauh!

chapitre XIII

October 10, 2009

um colega desenhou todos alunos da sala em sua mesa.

snaph: então, quem é esse?
colega: ah, é o ramon.
snaph: bacana. essa aqui eu até já sei quem é.
colega: hahaha!
snaph: e esse? por que tá segurando uma vela?
colega: é um coquetel molotov.
snaph: por quê?
colega: os doidos eu desenhei com coquetéis.
snaph: eu tenho?
colega: tem, dois.

‘imagine caixa eletrônico de banco de esperma!’
salsicha

chapitre Z38 – amor de casal

September 17, 2009

conversa que ‘pesquei’ outro dia na rua.

homem: cê gosta de flor, né?
mulher: sim.
homem: vou pôr várias no seu velório.
mulher: pode deixar que enfio uma rosa no seu butão durante o seu.

own3d.

chapitre Z37

September 13, 2009

‘frank zappa devia estar na cesta básica. arroz, feijão e frank zappa! pronto, o povo tá nutrido!’

daniel sobre… err… frank zappa.

chapitre Z36

August 31, 2009

mãe: cadê seu pai? ele foi comprar lasanha e feijão tropeiro há 40 minutos e até agora nada.
snaph: daqui 20 anos ele volta, tipo o cara que compra cigarros.
mãe: ah, não duvido muito. teu pai é fã do belchior.

chapitre Z35

August 30, 2009

viglioni: qual a fase boa do genesis?
snaph: eu não gosto de genesis, mas é a do peter gabriel, antes deles aprenderem a vender.
viglioni: então é 72 e 73? porque são os álbuns que tenho.
snaph: tem mais álbuns.
viglioni: mas os de 72 e 73 são, né?
snaph: são, porra!
viglioni: não são porra! se bem que ‘porra’, ‘genesis’… tenso.
snaph: tenso demais.
viglioni: acho que vou tentar compor o pagodinho rhapsodyano.

chapitre Z34

August 30, 2009

‘você sofre de alguma nova patologia derivada desse excesso de internet. podíamos até batizar isso, hein…’

eduardo sobre mim.

chapitre Z33

August 18, 2009

‘isso não é preconceito. é pós-conceito mesmo.’

chapitre XII – bônus sem ônus

August 16, 2009

estudando uma certa doença causada por vírus.

prof. de biologia: mas então, quantas horas?
aluno random: três da tarde.
prof.: okay, se você pegasse essa doença, estaria morto até às 7:30 da manhã. imaginem só, não daria nem pra ver o programa da ana maria braga.
todos: …
prof.: pois é, tinha que ter algo de bom nessa história.
todos: HEUAHEUAHUHEAU!

anônimo: mas então, rafael, você não faz nada da vida! não precisa pagar contas, não precisa lavar sua roupa, não precisa fazer comida, usa o carro do seu pai!
rafael: …
anônimo: …
rafael: e qual é a parte ruim?

filosofia da semana:

se você é fumante passivo e passasse a fumar pelo cu, você continuaria a ser passivo?

– albert einstein

chapitre Z32

August 8, 2009

ramon: e aí cara, ficou muito tempo no parque depois que vazei?
snaph: eu fui embora era umas 11:50, mais ou menos.
ramon: pois é. eu tava morto, tinha machucado a canela no futebol. meu time ficou em 7º lugar.
snaph: nossa.
ramon: é pra poucos. por favor, não me pergunte quantos times jogaram.
snaph: …
ramon: é, foram 7.
snaph: …
ramon: mas teve um jogo nosso que foi emocionante. a maior goleada de todas! 10 x 1! pena que foi pro time adversário.

chapitre Z31 – argumentos maternos

August 3, 2009

mãe: se eu fizer uma omelete, você come?
snaph: sim.
mãe: de espinafre?
snaph: não.
mãe: ô filho, que nem o popeye.
snaph: …

chapitre Z30 – amizade

August 1, 2009

snaph: acho que ele não vai com a minha cara.
cauan: quê isso, cara, ele elogia seu trabalho sempre.
snaph: mas não a minha cara.
cauan: olha, eu sou teu amigo mas não gosto muito da sua cara também não, viu…

foi cedido o direito de postagem a carolina das 256 cores: http://insomniacdoze.wordpress.com/

chapitre Z29 – the getaway

July 21, 2009

{dispara alarme na rua}
giovana: estão tentando entrar no seu prédio.
snaph: ih, relaxa, os bandidos moram aqui dentro.
giovana: então estão tentando fugir do seu prédio.

chapitre Z28

July 11, 2009

anônimo, assistindo ‘watchmen’: velho… o pinto do manhattan fica balançando toda hora que ele vai andar.

na escola…

xavier: eu só lembrei que o michael jackson tava vivo depois que ele morreu.

chapitre Z27

June 29, 2009

saindo da escola, ramon pede que eu o espere. no entanto, gisele deseja ir embora. e agora, destino cruel?

{ramon aparece na porta da escola e olha, olha, olha}
snaph: ei! ramon! aqui! {levanta os braços}
{ramon cerra os olhos e parece sorrir}
snaph: calma gisele, vou lá atrás dele.
{corre}
snaph: ow, não me viu ali?
ramon: não vi.
snaph: ela tá com pressa. não me viu pulando e quase dançando y.m.c.a.?
ramon: não.
snaph: você fechou um pouco os olhos e sorriu.
ramon: era pra proteger do sol.
snaph: já tá de noite!
todos: aheuaheuaheuaheuaheuah!

chapitre Z26

May 16, 2009

godmaster: ei, atualizou a firmware do ps3?
snaph: não, nem mexi nele essa semana.
godmaster: faça e vai na psn, tem rag doll kung fu – full version for free!
snaph: omfg! nem sei o que é, mas se é de graça…

chapitre Z25

May 15, 2009

‘vamos mostrar a eles que nós somos bobos, hiperativos mas espertos também.’
mr. ramon, sobre trabalho de história: um debate em que precisamos defender o anarquismo.

chapitre Z24 – dênis

April 29, 2009

ATENÇÃO, CONTÉM UM (1) SPOILER!

dênis: já leu ou assistiu watchmen?
snaph: sim, já li. muito foda.
dênis: entra nessa comunidade.
snaph: olha, a imagem dela é o rorschach, antes de morrer, certo?
dênis: isso! pobre coitado, nem teve chance de respirar no final.
snaph: fiquei triste vendo ele queimar.
dênis: ele explodiu. sobrou só sangue.
snaph: mas aqui, no meu coraçãozinho, ele queimou.

chapitre Z23 – interrompendo…

April 24, 2009

pai, tio e mãe conversam juntos.

pai: então? encontrou os caras?
tio: sim, eles tavam em três. daí fui até a casa do joão e…
snaph: e aí você foi estuprado. ou foi depois? aliás, homem não pode ser estuprado, é só atentado violento ao pudor, pois não têm uma vagina para ser violada. tô falando bonito, hein? é como diz a professora de português: as garotinhas devem ser puras, cândidas e castas.
todos: …
snaph: err, eu te interrompi, né?
tio: já tomou no cu hoje? se não tomou, vai tomar agora.

chapitre Z22 – burocracia

April 18, 2009

aquele nonsense básico, fundamental às nossas madrugadas.

coura: fala, fessô! posso ir ao banheiro?
snaph: terminou os exercícios?
coura: ah, professor, eu sei que na nossa excelentíssima escola é proibido ir ao banheiro fora dos horários estipulados, mas estou com muita vontade!
snaph: encaminharemos seu pedido aos nossos superiores e caso 70% dos professores sejam favoráveis à sua necessidade, você terá permissão para usar o toilete.
coura: ó, obrigado mestre!

chapitre Z21 – humildade

April 15, 2009

prof. de física: então, pessoal, o coração da girafa é do tamanho de uma bola de futebol.
aluno random: eu aqui na humildade comendo coração de galinha e um bicho desse solto pelo mundo…

aluno random: tá chovendo. só não vou ligar pro meu pai me buscar porque o carro dele é conversível.
snaph: valeu. eu há 3 anos estava indo pra escola de fusca. o carro quebrou uma vez na frente da escola e os funcionários tiveram que ajudar a empurrar. hoje eu venho a pé mesmo.

chapitre XI – of bags and lights

March 29, 2009

mi papa pediu que tirasse algumas cópias de um papel do trabalho dele. o xerox boy parece o jonny greenwood, só que menos feio.

jonny: e aí, quantas cópias?
snaph: 20.
jonny: e essa chuva?
snaph: horrível.
jonny: mas chuva faz o pasto crescer!
snaph: é, mas molha o xerox!
jonny: pra isso existem as sacolinhas impermeáveis que agridem o meio-ambiente!
snaph: viva!

hoje, durante a hora do planeta.

mãe: que tal apagar a luz um pouquinho, só pra colaborar?
pai: o quê? essas ongs só querem roubar dinheiro! eu vou é acender tudo! olha! {acende}
snaph: mas é você quem paga.
pai: humpf.

chapitre XX – carnivale [ou não]

February 25, 2009

praça da pequena cidade de faria lemos. um carro toca funk pra todo mundo ouvir.

carlos: porra, que viado. nós não somos obrigados a ouvir essa merda!
snaph: hmm… concordo.
carlos: devia existir um aparelho pra desligar essas porras a distância.
snaph: e existe!
carlos: ?
snaph: se chama lança-foguetes.

contos e contos de uma amiga de mamãe.

amiga: era muito bom quando estudávamos em carangola! a gente pegava carona na carroceria do caminhão do seu zé! a gente fazia graça e uma amiga nossa mijava perna abaixo, haha! voava mijo na cara da gente!

casa do iago. a tia dele acorda 1 da manhã e nos vê na cozinha, conversando e comendo azeitonas.

tia: acordei agora com fome… vou pegar um bolinho.
iago: é tia, isso deve ser de família.
tia: é?
iago: sempre levanto de madrugada pra beber água… e comer azeitonas, he!

chapitre XIX – cucaracho

February 10, 2009

após um longo período ‘away’ do blog, estou aqui.

rackner mozart vai estudar na mesma escola que alguns amigos.

ao telefone.

snaph [com ‘agá’ desta vez]: e então, o povo lá já tá sabendo de ti.
rackner: vai ser a maior decepção da vida deles.
snaph: ah, muda seu nome e faz uma pose de vilão de filme mexicano.
rackner: acha que vão gostar? MACKNER MOHART!
snaph: parece ‘máquina mortífera’…
rackner: nossa… vou poder usar um sombrero?
snaph: com certeza! e precisa de uma frase de efeito!
rackner: …
snaph: SOY EL CUCARACHO DEL SEXO!
rackner: quando sair na rua, cuidado com as árvores.
snaph: exército de cavalos-ninja?
rackner: como sabe?
snaph: hehehe! vou comer empadinhas.
rackner: pense em mim.
snaph: chore por mim, liga pra mim, não não liga pra ele!
rackner: credo.

chapitre Z20 – old but gold

December 19, 2008

jean: vou dar aula de piano.
snap: mas você nem sabe tocar piano.
jean: ssssssh! não espalha!

prova de física, cuja matéria era de total desconhecimento de rackner.

rackner: vou falar pra ele que a matéria não foi explicada em sala.
snap: ah, cala a boca! você nem estudou…
rackner: dane-se! estou falando pelo… hmm… ricardo! [master genius da sala]

rackner: gosta do meu olhar quente?
{faz uma cara beeem gay}
snap: hmm… deixa eu pegar um extintor.

feliz natal a todos vocês, cristãos! [se bem que os leitores ‘assíduos’ são agnósticos…]

chapitre Z19

December 9, 2008

pessoas reunidas.

pessoa: ei, pega o celular!
{arremesa}
pessoa: opa, eu queria acertar seu saco, mas sua namorada tava com a cabeça aí…
anônimo: o quê?
pessoa: opa… não foi isso que eu quis dizer!
todos: HDUSHADUASHDUAH!

chapitre XVIII

December 3, 2008

numa certa reunião de oficiais de justiça…

mulher: uma coisa todo mundo aqui sabe: oficial de justiça não gosta de trabalhar!
{burburinho}
pai: olha, falar que oficial de justiça não gosta de trabalhar é um abuso de sua parte! tá certo que eu deixei de ser assessor pra ver ‘sessão da tarde’, mas todo dia oito horas da noite tô lá no morro intimando o povo!

‘hmm… inspirador.’
snap, após ouvir a frase acima.

tio: se o elevador parar no quinto andar, você desce.
snap: hã?
tio: se o elevador parar no quinto andar, você desce.
snap: que é isso?
tio: uns amigos meus, o virgílio e o virgílio, que falavam essas coisas doidas.
snap: sério?
tio: caneta bic é muito boa.
snap: aaah chucky! não vem com essa!

pra finalizar [não tô lembrando de mais nada pra postar], mais uma frase célebre do tio:
‘quem com ferro fere, sempre alcança.’

chapitre Z18

November 29, 2008

desgraça na televisão!

repórter: a pequena cidade de ‘caralho a quatro’ [esqueci o nome verdadeiro] foi atingida pelas chuvas. a maior parte da população ficou desabrigada, num evento que vai ficar marcado pra sempre na história do município.
snap: pelo menos agora eles têm história.
irmã: é.

chapitre merchan

November 27, 2008

sim, propaganda do meu novo blog, o ‘manhê! posso ser um ditador quando crescer?’!

http://gnomoutro.wordpress.com

e tem mais: uma tirinha polêmica que tem feito com que muitas pessoas me odeiem eternamente. idéia pra um projeto chamado ‘eu ditador’.

é isso aí!

e pra não perder o costume:

rackner: vou lá dentro da escola mijar.
{tempo passa}
rackner: voltei.
snap: fez o que queria?
rackner
: vou fazer nas calças. tem fila.

chapitre Z17 – a bronha

November 25, 2008

dênis: creio que meu vô me pegaste com a mão no pênis.
snap: what the fuck…!
dênis: estava aqui no escuro, ouvindo minhas músicas japonesas no máximo, com a porta aberta e tocando uma inocente bronha. de repente sou agraciado com a assustadora presença dele me vendo… com uma caneta! JUSTO NAQUELE MOMENTO!
snap: mas ele falou alguma coisa?
dênis: não deu tempo, guardei a minhoca antes que ele pudesse esboçar qualquer tipo de reação! hsahusauhsa! mas tenho certeza que ele percebeu… canalha… um a zero pra ele!

chapitre Z16

November 23, 2008

post não-motivacional.

snap: eu deixei claro a ela que eu sou um perdedor, diante de tudo que aconteceu.
cava: não se ofenda… acho que mulher não tem compaixão.

chapitre Z15

November 19, 2008

piadinhas em sala de aula.

jean: aí rackner, cadê aquela folha que tava com você?
rackner: qual folha?
jean: aquela rasgada que te dei! ASHDUASHDUASHDAUSHD!
rackner: …
{faz a piada com várias pessoas}
jean: snap, cadê aquela folha que tava com você?
snap: ENFIEI NO MEIO DO TEU CU!

reclamando da vida.

snap: a vida é uma merda, né?
{vácuo}
dênis: olha cara, me desculpa… acabei de gozar então meu pensamento sobre a vida não está tão ruim no momento, hehehe!

chapitre Z14

November 17, 2008

uma pequena confusão na aula de inglês.

aluna random: professora o que é… al… alti… essa palavra aqui!
professora: although?
aluna random: é!
professora: ’embora’.
aluna random: ah, obrigada.
{silêncio}
igor: aê rackner!
rackner: o quê?
igor: let’s although!

chapitre Z13

November 6, 2008

ítalo [godmaster] jantando aqui em casa.

godmaster {se contorcendo na cadeira}: dro… ga!
snap
: …
godmaster: HMPFFH! HUUHUHRRR!
snap
{espantado}: …
godmaster: RRRHRHRRHRHR! aaah… ufa!
snap: que foi?
godmaster
: um pedaço de pizza estava preso ao outro pelo queijo…
snap: e?…
godmaster: um deles tava fazendo rapel pela minha garganta!
snap
: YUCK!

chapitre XVII – sobre cola e pizzas

November 1, 2008

na escola em que estudo, você é obrigado a passar por um hall de entrada antes de chegar na parte das salas. pois bem…

mulher do portão: rackner, você não pode passar com essa bicicleta pelo hall.
rackner {olhando ao redor}: mas tem uma MOTO estacionada aqui!

agora no shopping:

muniz: snap, você não deve ser filho desse cara aí! {aponta pro meu pai}
snap: por que?
muniz: ele é todo bombadinho e você é magricela.
snap: mas eu já te falei, sou filho do leiteiro.
pai: é que quando eu era jovem eu cheirava cola o dia inteiro.
muniz: O QUÊ?!
pai: calma, vocês não esperam eu molhar o bico! eu trabalhava numa sapataria…
snap: ah…
{todos entram no carro para ir embora}
snap: pai, tem um tanto de caixa de leite aqui atrás e… MEU DEUS! o leiteiro ataca novamente!
muniz: HAHAUSUAHASHUAHUA!

okay, outro quote de shopping:

rayane: você devia ser garoto de programa, afinal você tem dois pênis.
luan: concordo.
snap: é… PERU 35 CENTÍMETROS, APENAS R$ 24,99.
rayane: que?
snap: não, é a promoção ali do ‘expresso pizza’. pizza de peru, 35 centímetros, apenas R$ 24,99.
todos: UDAHSUDIAHAUSASUI!

chapitre Z12

October 12, 2008

de volta do anime festival em belo horizonte. acordo meio dia e a primeira pessoa que encontro é meu tio.

tio: pô, não te vi hoje. pensei que você tinha morrido em belo horizonte e sido enterrado num cemitério gay.
snap: hã?
tio: é, porque pra ir numa boiolagem daquelas você tem que ser veado mesmo.
snap: né?

chapitre Z11

September 17, 2008

uau, isso tá parado!

pai {vendo futebol}: olha lá, ele vai fazer gol.
mãe: quem tá jogando?
pai: brasiliense e corinthians.
mãe: ah…
pai: carandaí…
mãe: que tem carandaí?
pai: teve granizo destruindo tudo.
mãe: …
snap: quê isso tem a ver com o jogo?
mãe: também não sei.

chapitre Z10

August 17, 2008

só pra não perder o ritmo.

pai {após sair do banheiro}: vixe, parece que não tem água mesmo na caixa!
{pai corre até a rua e volta após alguns minutos}
pai: é, alguém passou na rua e fechou o registro de água!
snap: é por isso que eu falo que aquele registro devia ficar dentro de uma ‘casinha’ com grades.
pai {passando com balde na mão}: é… agora CAGAR SEM ÁGUA PRA DESCARGA QUE É FODA!

chapitre Z9

July 20, 2008

uma contribuição de meu amigo daniel ‘zyfez’ ferreira.

sua mãe compra um shampoo ‘anti-quedas’.
pai do daniel {olhando a embalagem}: mas pô, meu cabelo nem tá caindo… shampoo ‘anti-quedas’ só se for pra mim não bater a cabeça no chão!

uau, shampoo airbag!

chapitre Z8

July 17, 2008

conversando com um doidão no trabalho do pai. ele é gaúcho.

doidão: é, mas eu fiz uns exames recentemente e não deu um resultado favorável. não sei se é por causa das drogas que eu uso ou por causa do chimarrão…

o assunto avança, por incrível que pareça.

pai: é, mas no sul eu torço pro grêmio…
doido: …
pai: …CHÊ!

depois dessa tenho quase certeza de que meu pai também tem uns parafusos a menos.

chapitre Z7

July 2, 2008

aula de hoje. conversando sobre a relação ‘seres-humanos x animais de estimação’:

garota random
: ah, fêssora, mas lá em casa meu cachorro come na mesa, com pratinho e tudo!
rackner: minha irmã também.

é, isso é tudo pessoal.

chapitre Z6

June 23, 2008

professora de literatura resolve tirar pontos de todos os alunos, graças à bagunça que aprontaram:

profª: eu tenho que ir lá fora e se eu escutar qualquer outra gracinha de vocês, tiro 1 ponto de quem estiver dentro da sala!
keké: e vale sair daqui de dentro?!

conversando com o dênis pênis:
dênis: vou ter um infarte com esse pc! argh! … UAU! você criou álbum de ‘prints’ no orkut!
snap: eita! duas emoções completamente diferentes numa mesma fala!

chapitre Z5

June 3, 2008

eu, todo animado com o lançamento de ‘metal gear solid 4: guns of the patriots’, histérico ao telefone:

snap: mas carol, eu vi um vídeo FODA de ‘mgs4’ agora há pouco! na américa do sul, com o VAMP!
carol: ah tá, é por isso que prefiro os jogos antigos… eles não são lançados, se é que me entende!
snap: hdasdashdhashsad!

‘get over here and let me AXE you a question!’
rackner citando a descrição do machado, arma de ‘disgaea 2’.

chapitre XVI – sobre ruas e dengue

May 31, 2008

estava com dengue. eita doença de merda, sô.

mãe: olha, é o seguinte! nada de comer porcaria enquanto estiver assim, okay?
snap: tá, tá. tô coçando demais por causa dessas manchas…
mãe: é, mas não pode coçar não!
snap: não tem remédio pra isso?
mãe: tem, mas vou evitar de te dar.
snap: nossa mãe, eu odeio essa dengue!
mãe: pois é. e não vá manter muito contato com o ‘mundo exterior’. você pode piorar graças à outras bactérias, afinal você está com poucos leucócitos. aliás, acho melhor você nem ir a aula…
snap: DENGUE, EU TE AMO! {pula de alegria}

tio falando sobre música:

tio: tem um álbum muito bom pra você baixar… se chama ‘backstreet’.
snap: … BOYS?!
tio: quê?! você falar disso aqui é pedir pra levar PORRADA NO PÉ DA ORELHA!

falando sobre laxante com dênis:

dênis: mas sinceramente, não tomo laxante, sou contra esses métodos de fazer cocô. diferente da maioria das pessoas, eu GOSTO de cagar. considero isso… uma arte!
snap: realmente, bastante artístico cagar girando o traseiro pra ficar parecendo um sorvete do mc donald’s…
dênis: yeah! e apreciar a obra que fôra feito com tanto carinho e empenho e depois ser forte o bastante pra dar adeus a mesma…

‘um japonês foi preso após ligar 500 vezes para o 0800 de uma companhia. ele gostava de escutar a voz da mulher da mensagem eletrônica.’
mensagem que meu irmão viglioni me repassou essa noite. sim, muito interessante.

chapitre XV

May 24, 2008

muitos quotes pra hoje.

aula de história. professor falando sobre a precariedade dos equipamentos usados na época medieval.

prof. de história: enxadas eram feitas de madeira!
sala: eita…
prof. de história: e não eram só as enxadas! o arado era feito de madeira! os bois…
sala: de madeira também?!

aula de geografia. os alunos estavam acertando tudo sobre a matéria: vulcões.

profª.: nossa, gente, tô sentindo uma boa vibração com relação a próxima prova. algo ligado ao fogo…
rackner: ah, não, eu peidei! hihihi!

aula de história [tô cansando de falar de escola]. falávamos sobre a igreja católica, quando entraram no assunto de ‘milagres’:

igor: mas sério mesmo, se eu tivesse uma estátua de santo e ela começasse a chorar, eu tacava pela janela! eu hein…

casa da carol. após ver uma foto da ‘banda em dupla’ ‘air’, faço o seguinte comentário:

snap: pô, eles são muito gays.
carol: ah, mas sei lá, tudo que é em dupla de dois homens costuma ser gay.
snap: mas ‘zezé di camargo e luciano’ não é gay.
carol: ah, claro que não… {cara de wtf}

pessoas conversando no sítio da iwana:

anônimo: sério, eu não gosto do banheiro da escola.
iwana: é?
anônimo: sério. não vou ao banheiro desde a terceira série.
iwana: pô, você não usa o banheiro a tanto tempo!? jesus…
alguém: falando nisso, o único jesus que conheci ma…
todos: já sabemos!

chapitre Zoutracoisaquenãoqueroconferir

May 24, 2008

uma curtinha que tem repercurtido bastante.

após ouvir um longo monólogo a respeito de religião, meu pai solta essa:

pai: o único jesus que conheci matou o sogro com dois tiros de cartucheira.

chapitre XIV – la mierda

May 15, 2008

sala de aula parece ser o lugar ideal pra se ouvir merdas… ou sentir, quem sabe.

snap {sussurando}: tá sentindo isso?
rackner: o que?
snap: parece que alguém cagou nas calças! hehe!
rackner: nossa… é mesmo…
[diálogo acaba nisso]

após a aula de história.

prof. de história: nossa, sentiram aquele cheiro? ou alguém bateu um barro durante a aula ou soltaram uns gases muito fortes… puta merda, podem enterrar o corpo porque a alma já foi!
snap: temos uma suspeita…
rackner: sim. mas não vamos falar, hehe!

[mais tarde, no intervalo]
snap {falando de ‘rpg’}: mas aí eu tava pensando em colocar uma lua meio que ‘destruída’, devido ao impacto de um meteoro que foi desviado pelo raio que já disse anteriormen… PORRA! é a ‘la mierda’ de novo!
rackner: putz… estamos ferrados… e o suspeito?
snap: parece que não era ele…
rackner: droga!
{prof. de matemática entra}
prof. de matemática: pô! que cheiro de merda! será que é a usina ou alguém peidou?
snap e rackner: HDAUSHDASUDHASU!!

chapitre Zalgumacoisaquenãoqueroconferiragora

May 4, 2008

casa da carol e metau. conversando a respeito de coisas quando me deparo com um pincel atômico.

snap: carol, seu nome agora é hiroshima.
carol: hã?
{arremessa pincel}
metau: nossa, caramba, apelou agora! hsuashauuhsau!
salsicha: realmente… e nagasaki, fica de fora?
snap: se eu tivesse outro pincel, você bem que poderia ser nagasaki… hehe!

piadas infames rulam.

chapitre Z4

April 30, 2008

estava me lembrando dum diálogo que ouvi há um certo tempo atrás entre minha mãe e um garotinho de 4 anos de idade:

gabriel: quem é esse ‘jesus’ que as pessoas tão falando todo dia?
mãe: ah… é alguém especial.
gabriel: mas onde ele tá que não vejo ele?
mãe: dentro de você!
gabriel: … eu comi ele?!

chapitre XIII – escola nova, besteiras novas

April 18, 2008

mudei de escola e fui parar numa que parece um sanatório.

prof. de física: bom dia gente!
{alunos conversam incessantemente}
prof. de física: Ô DESGRETA PELADA! CALA A BOCA BOTECO!
alunos: TORRESMO!!
prof. de física: bem, vamos abrir na página 12 e corrigir o exercício 6.
alunos: você já corrigiu as três primeiras letras.
prof. de física: então vamos pra letra ‘c’ de ânus.

um tempo passa e o alarme de um carro dispara na rua, ficando fazendo barulho por um bom tempo.

aluna: professor, que tá acontecendo?
prof. de física: eu já tava com uma dor de cabeça enjoada, aí esse FILHO DA PUTA DEIXA ESSA MERDA DE ALARME FAZENDO ESSA PORRA DE BARULHO! ÔÔÔ VIADO! VEM DESLIGAR ESSA BOSTA!!
alunos: …
prof. de física: …
alunos: HDASUHDUSAHUDASHAS!

rackner resolve comentar sobre um fato ocorrido com ele:

rackner: nossa, eu tava em casa nesse final de semana, sozinho, daí acordei cedo no domingo pra jogar videogame. como tinha acabado a energia, resolvi ir tomar um banho, mas já que a água da torneira não tava muito fria, usei a mangueira no quintal mesmo!
snap: … você? peladão no quintal?
rackner: … é.
snap: HDAUSIHDIAUSHDUSAHDIUHASIUDHSIUDHAUSHSUIAHDIUASHS!
prof. de física {de novo}: peraí sala, eu acho que ouvi algo aqui! rackner tomando banho de MANGUEIRA no quintal da casa dele, PELADO?! é a verdadeira desgreta pelada!
alunos: HDAUSIHDIAUSHDUSAHDIUHASIUDHSIUDHAUSHSUIAHDIUASHS!
rackner: ah, vão cagar também seus filhos duma pica com uma rachada!
{mais risos}

menino resolve caçar confusão com nosso amigo, rackner [again, again]:

menino: ô monstro, sai daí da porta!
rackner: monstro? eu? olha pra você, sua… sua… err… {segundos se passam} chupeta de baleia!
snap: ou vibrador de orca.
rackner: é!
menino: …

‘sua mente é fértil, menina…’
rackner sobre stephânia

‘mente fértil pra mim é cabeça cheia de merda…’
snap sobre comentário de rackner

chapitre XII

April 14, 2008

bem, uma amostra básica de um trecho de uma partidinha de rpg:

arthur {mestre}: vocês estão sentados à mesa quando ouvem um estrondo vindo do lado de fora da casa.
dodô: eu vou olhar pela janela.
arthur: naquele breu se destacam dois foguetes. uma máquina humanóide desce do céu e ‘pára’ ao lado da casa na qual estão.
chimait: é tipo um sentinela?
athur: é. pense que É um sentinela.
chimait: tá.
arthur: a máquina estica uma das mãos na direção de vocês e dela saem… saem…
snap: tentáculos de metal?
arthur: isso!
chimait: CARAMBA! por que você tinha que sugerir isso!?
snap: oras! o que esperava? sorvete de baunilha?
arthur: os tentáculos se esticam e antes que vocês possam correr, eles começam a agarrá-los. e o cara que estava ao lado de vocês sumiu nesses segundos que se passaram…
dodô: filho da puta!
arthur: agora presos nos tentáculos, a máquina começa a subir novamente!
dodô: máquina, dá pra pôr a gente no chão!?
arthur: {fazendo uma voz mecânica/irônica} SOU UMA MÁQUINA, NÃO TENHO SENTIMENTOS!
dodô: droga… mas por que um sentinela ia pegar pessoas normais? a não ser que… {sorriso malévolo}
arthur: …
dodô: eu já tô ficando forte e verde?
arthur: não.
snap: nossa… será que eu consigo usar meu poder de derreter máquinas gigantes?
arthur: não… mas talvez você já domine o PODER DE ENCHER MEU SACO!
snap: …
dodô: a máquina tá me apertando?
chimait: não, você tá confortável no colinho dela!
snap: quando é que vamos desmaiar devido à falta de oxigênio?
{silêncio mortal e a aventura continua!}

chapitre Z3

April 5, 2008

mais um tapa-buraco. postarei algo novo em breve.

dodô pega uma bicicleta na garagem do prédio onde moro e sai brincando com ela.

dodô: cara! saca só que manobra louca!
{faz manobra}
snap: legal pra caramba… seria melhor ainda se estivesse montado na bicicleta.

chapitre XI

March 17, 2008

bem, conversando com a julyana e o gustavo sobre vocalistas:

juh: tipo, o mick jagger é MUITO feio!
snap: é mesmo… a boca dele vai lá na orelha!
gustavo: nunca vi o filho dele com aquela brasileira…
juh: poxa, o filho dele nem é feio! a mãe dele também não!
snap: a mãe do mick jagger tá VIVA?!
juh: não, a do filho dele!
snap: ah bem! {alívio}
todos: hsadiuhasiudhasiu!

agora um quote que ouvi da boca da mesma lady dali de cima. estava ela, juliano e um amigo dele indo falar sobre os estados unidos, usando uma latinha de coca cola:

juliano: bem, vamos supor que aqui seja os e.u.a.
amigo: calma, aí tá muito alto. lembre-se de que o canadá AINDA fica em cima dos e.u.a.
juliano: aff… tá bem. aqui é os e.u.a. {aponta para um ponto mais abaixo} agora lembrando que a terra é redonda, vamos então supor…
juh: a terra é geóide…
juliano: porra! não falo mais nada! {amassa latinha e joga longe}

assistindo ‘pânico na tv’, o cara comenta alguma coisa sobre ‘olhe pro botijão do seu lado’:

gustavo: ê snap, olha pro teu lado…
snap: {olha pro lado e vê julyana}
gustavo: …
snap: juh, pode BATER PRA CARAMBA NELE!

{tapas e mais tapas se sucedem}

chapitre Z2

March 16, 2008

mais um post inútil. lembrando que tenho estado sem assunto ultimamente…

turco: você tem medo de avião?
[insira seu nome aqui]: não…
turco: pois agora vai ter!!!

nota: retirado de um fotolog por aí…

chapitre X

March 6, 2008

discussões filosóficas na escola:

carol
: snap, o que é pior: mijar um tijolo ou dar a luz?
snap: bem, na minha posição de ser humano do sexo masculino, acho que sentiria mais dor ao mijar um tijolo.
carol: tá, mas você não precisa cuidar do tijolo por 18 anos.
snap: mas a gente tá falando de dor ou o quê?
carol: mesmo assim, dar a luz deve doer mais.
snap: NÃO! imagina só você tentando empurrar um puta bloco de pedra pra fora de você, através da uretra?!
carol: eu sei, mas cuidar de um bebê é pior!
{professor chega e a discussão termina}

aula de física:

aluno: professor, aquilo é um S ou um dois?
carlos: é um S. S de… de…
aluno 2: S de sapo.
carlos: sim, S de sapo. e se achar melhor pra não confundir, imagine S de sapo.
snap: ou quem sabe, S de… sapo!
carlos: claro, não podemos nos esqucer disso aí. mas lembre-se de S de sapo. perguntem pro professor de filosofia: ‘S de sapo ou S de sapo?’
snap: ele provavelmente vai responder parmênides de eléia.
carlos: é mesmo. melhor a gente ficar com S de sapo.

chapitre IX

March 4, 2008

olá blog!

um dia desses, no portão da casa do alan, eu, rackner e bruno implorávamos por alguns jogos que estavam emprestados fazia muito tempo:

snap: alan, já que a padaria é ali na esquina e você tem conta lá, deixa a gente ir comprar um chiclete?
alan: err… não, não deixo.

rackner resolve contar uma piada:

rackner: bem, é o seguinte: o cara foi de belo horizonte a são paulo de ônibus. quatro horas depois, quando chega em sampa…
alan: péra! só quatro horas de bh até são paulo?
rackner: cara, é uma piada! deixa eu completar?
alan: tá… {cara de ‘omfg, malditas piadas’}
rackner: bem… ele viaja por cinco horas e chega em sampa…
snap: mas não eram quatro horas?
rackner: puta merda! nem dá pra contar piada pra vocês!

rackner: michel comprou o ‘mega man’ do celular, sabia?
snap: que burro… deve ter pago uma nota.
rackner: ele tinha 36 reais, daí comprou o jogo e foi ligar pra casa dele… resultado: ‘not enough cash’ {nessa hora ele imitou o merchant de ‘re4’}

rackner: alan, você não disse que tava jogando ‘god of war’?
alan: é, tô sim, mas deixei o kratos parado numa parte que não tem inimigos…
rackner: puxa vida, daqui a pouco vai aparecer a mensagem ‘tem certeza de que NÃO deseja desligar o videogame?’
todos: hdasiudhausdihasudahsu!

alan acaba cedendo e entrega os jogos que devia a nós. um deles está na caixa do ‘tomb raider: legend’, ou algo assim:

bruno: nossa! que gostosa é essa?! {n00ba}
rackner: é a lara croft… tá interessado, é? PUNHETEIRO DE DESENHO ANIMADO!
bruno: fala isso de novo que eu te quebro!
alan: hahahaha! como vai o ‘tom & jerry’? você faz isso até pra eles? huasdhasudhasuh!
{e foi nessa hora que o bruno bateu em nós três… EM NÓS, não PARA NÓS, ok?}
rackner: aff bruno, minha coluna tá doendo agora… vai dar pedrada na mãe! ai… é melhor rir pra esconder a dor… hehehe!

casa da juh, bubu jogando ‘shadow of the colossus’:

bubu: cara, onde é o ponto fraco desse bicho?!
snap: na cabeça!
bubu: tá… MAS ONDE É A CABEÇA!?
snap: você tá em cima dela!
bubu: ok!
{o ponto fraco muda de lugar}
snap: agora foi pra bunda dele!
bubu: e onde é?
snap: do outro lado, poxa!

viglioni news em ação:
‘ladrões roubaram uma ponte de quatro toneladas na república tcheca. a ponte, que pertencia a uma estrada de ferro, estava desativada.’

chapitre Z

February 24, 2008

apenas um post ‘tapa-buraco’, pro blog não parecer vazio. cri cri cri.

snap e viglioni: HA-HA HA-HA HA-HA HA-HA! {imitando o nelson dos simpsons na despedida do metau}
{vash! pum! plaft!} esse foi o som das garrafadas que levamos por imitar o nelson…

chapitre VIII

February 11, 2008

estou eu no shopping, todo feliz, ouvindo coisas vindas do juliano e do salsicha:

salsicha: cara, ouviu aquela última sinfonia do beethoven?
snap: err… não?
salsicha: NEM ELE! hsiuahauhdasuidah!

salsicha: hahahahahahahahahadouken! {diz ele, puxando a pele do pescoço} é o hadouken remix!

a conversa mudou completamente e começamos a falar sobre leite:

salsicha: mas tipo, além do leite animal, existe o leite de soja.
juliano: imagina como é ordenar uma soja?

programa bizarro na tv:

mulher: que horas posso ir na sua casa?
moça: 55 pras 9.
mulher: você quer dizer 8 e 5, né?
moça: que seja!

num dia sei lá qual, fui jogar rpg [gurps] com dodô e arthur [não sei se é com ‘h’ ou sem ‘h’…]:

snap: preciso de uma marca pro meu personagem…
dodô: bem, há vários tipos de marcas… o zorro deixa um ‘z’, o v deixa um ‘v’… você pode deixar, sei lá, uma impressão digital!

arthur: o homem-aranha pega um trem e joga além do quarteirão. o hulk pega o quarteirão e joga além da nossa galáxia!

snap: que vantagem foda eu posso pegar pro meu personagem?
arthur e dodô: ATIRADOR DE ESCOPO!
snap: …

e então, finalmente saindo da casa do arthur, um carinha paia grita:

carinha paia: aê arthur! Tomou chá de quê?!
arthur: nenhum chá!
snap: {comenta com os dois} o arthur eu não sei, mas esse tomou chá de viadagem.
dodô: poxa, você tem alguma perícia pra identificar alguém em 3 segundos?
arthur: deve ter mesmo…
snap: hã?
dodô: vixe, perdeu o respeito… não pode haver ‘hã’.
snap: não, não foi isso. eu só não escutei o que você falou!
dodô: ah, então faltou prontidão…

’usa a matemática!’
garoto da sala 104 grita para o nerd de sua respectiva classe, na educação física.

chapitre VII

February 3, 2008

conversando com o edu na net, com webcam ligada:

snap
: me mostre suas mãos!
edu: hã? {mostra mãos}
snap: viu só? você tem 10 dedos…
edu: e daí?
snap: o lula tem 9, logo você não tem potencial pra ser presidente!

gabriel foi dormir lá em casa:

júlia: gabriel… por que você tá puxando seu peito pros lados?
gabriel: tô respirando, oras!

mãe foi reclamar comigo:

mãe: você tá passando aquele pomada pra acabar com as espinhas?
snap: não.
mãe: humpf… pomada caríssima e você não usa.
snap: é amostra grátis…

pra terminar, uma frase bacana que vi no jogo ‘hellgate: london’:

“lembre-se dos mortos, mas lute pelos vivos.”

chapitre VI

January 31, 2008

discussão sobre um cheiro estranho que rondava as redondezas:

ester: que cheiro é esse? alguém cagou?
snap: não tô sentindo… alguém peidou?
vera: EU NÃO!
cida: nem eu… galinha que canta que é dona dos ovos, né ester?
ester: não fui eu não!
snap: ah, admita! eu sei que foi você!
ester: eu já disse que não fui eu! {ela ficou brava de verdade aqui}
snap: tá… então quem peidou?
ester: eu falei! não é cheiro de peido! é cheiro de BOSTA!
snap: ausdhasuidhasiudhausid!

conversa de msn, com gabriel:

snap: falei com o rackner à bolonhesa hoje.
gabriel: e… eu li direito, mas “RACKNER À BOLONHESA”?!
snap: sim… saca? é o novo modo de preparo do rackner!
gabriel: como que faz?! eu quero um!
snap: – pegue um rackner;
– use uma magia “expulsar mortos-vivos e demônios” nível 236;
– pegue a espada “demon bane” e corte o indivíduo;
depois é só rechear de bolonhesa (seja lá o que for isso) e assar por 40 dias no fogo do inferno! e tchanã!
gabriel: eita… mas ainda tô no level 234!
snap: falta pouco entao. treina com a magia um pouco… vai lá no Demon Gate (casa do indivíduo) e manda ver!
gabriel: hmm… só de subir aquele morro eu já evoluo o que eu preciso… é muito esforço físico…
snap: haduashdiuashdui!

pra terminar, uma frase de minha avó:
“fui no médico pra pegar a receita de um remédio pra memória, mas agora esqueci onde coloquei ela [receita]!”

chapitre V – o verdadeiro

January 28, 2008

aquele último post foi tão inútil que nem vou editar a bagaça… mas também não vou deletar… argh!

snap: dá uma olhada nesse show!
amigo do edu: hum… não gosto muito dessas músicas. aliás, não sabia que o richard geere tinha uma banda! {surpreso de verdade}
snap: não, não! é o roger waters, que era do pink floyd!
amigo do edu: ah tá!

eu e edu, do lado de fora da casa da vó:

snap: quer apostar que eu acerto aquela colméia com essa vassoura?
edu: tá… e depois, você corre?
snap: é! {joga vassoura e sai correndo. cai no meio do caminho e rala os joelhos e as mãos}
edu: cara, você errou!
snap: ouch!

um tempo depois…

snap: cara, tô sem assunto pro blog…
edu: hum… que chato. cara, vou no banheiro!
snap: …

achei um papel na casa do meu primo, falando sobre o teste de direção dele:

snap: cara, você bombou quantas vezes?
edu: algumas… mas depois da primeira, você percebe que não dói tanto e fica mais relaxado nas próximas. e olha que eu fui com o ricardão!
snap: identifiquei tanto ‘porn’ nessa sua última fala…

“o ladrão foi identificado como anderssoni jailson davi.

nota: confundi o tom de azul nos últimos posts. dammit!

chapitre V

January 26, 2008

mãe liga pra casa do vô:

snap: alô?
mãe: seu oswaldo? tudo jóia?
snap: sou eu…
mãe: sávio! tudo bom com você?
snap: mãe! aff!
mãe: desculpa, pensei que fosse o seu tio… tudo bem?

chapitre IV

January 22, 2008

jogando ‘resident evil 4’, com o edu ao lado, como técnico.

{invadindo o castelo, enfrentando catapultas}
snap: é cara, aqui tem que  ‘snipar’ bem, hehe!
edu: é isso aí…
{cara bizarro com chifres aparece}
edu: caramba! são chifres de verdade?
snap: sim… quer dizer, na verdade são chifres de um animal, pelo visto.
edu: hum… e essas catapultas? caramba… acha um ângulo pra acertar os caras que controlam ela.
snap: nem vai ser preciso! só acerto o barril explosivo do lado delas e boa!
edu: cara… vamos ser realista: que engenheiro que se preze coloca um barril EXPLOSIVO do lado delas?!
snap: ah, sei lá…

entrando numa sala, pegamos uma espada de platina num painel de ouro.
snap: tá, apesar de ter pego essa espada, aposto que ela não vai substituir a faquinha.
edu: claro, né! é um puzzle clássico de ‘re’.
snap: ié, se bem que os daqui não são tão geniais.
{pega espada de ouro em painel de platina, coloca espada de platina lá. desce as escadas e coloca a de ouro no painel de ouro}
snap: genial…

bem, chegando a um local cheio de inimigos, logo vemos um deles olhando pro nada.

snap: esse vai levar na cabeça, de sniper!
edu: isso!
{cabeça explode}
edu: boa!
{mais inimigos se aproximam, com armas medievais}
snap: argh! são MUITOS!
{atira feito doido}
edu: calma cara! deixa de ser afobado! na CABEÇA!
snap: aff, você entende a minha situação!
{atira em mais pernas}
edu: calma! na cabeça! ja falei!
snap: tá ok…
{maaaais pernas}
edu: aff… ausdhsaudhaushduash!

‘meu nome é jaílson da silva e corro na maratona desde os 15 anos. hoje com 47, me sinto realizado.’

chapitre III

January 21, 2008

hoje de manhã falei com meu grande amigo rackner demen b’nargen pelo telefone:

snap: cara, voltei a jogar ‘resident evil 4’.
rackner: poxa, terminei ele 2 vezes nessas férias!
snap: valeu por me humilhar…
rackner: asduhasuidhasdiuahsuidahs!

ok… uma chuva do cacete cai na cidade. meu vô me oferece biscoitos:

: toma um pouquinho de biscoito… não tá crocante por causa da umidade, mas dá pra comer.
{eu pego um e coloco na boca…}
snap: tá bem, deixa a sacola aqui.
{só de curiosidade olho a validade: 17/01/08}
snap: pensando bem, pode levar pro senhor!

edu liga pra mim:

edu: posso ir aí agora?
snap: não, porque morri.
edu: deixa que a gente enterra… hehe…
snap: tá… EPA! nada disso!
edu: uahduashduas!

chapitre II – o casamento

January 19, 2008

me tiram da cama às 10 da manhã pra ir num casamento civil, numa chácara. droga!
pelo menos descobrimos que um primo que era contra namoro entre parentes está de olho numa prima! ushuahsuahu!

após quase morrermos de tédio, resolvemos ir para um canto, pra falar do povo. e lá estávamos, edu, leo e eu. após um certo tempo de conversa:

edu: cara, vamos voltar pra dentro, senão vão pensar que estamos falando mal dos outros!
leo: mas nós ESTAMOS falando mal dos outros, eduardo!

bem, antes da noiva chegar, a única coisa que tava no ar eram dúvidas:

snap: quem é a noiva?
edu: sei lá! você sabe, leo?
leo: não sei… aliás, acho que metade dos convidados não sabem quem é a noiva.
snap: já é a terceira vez que o cara casa, né?
leo: sim! asuhdusadhasudhaus!
edu: não é aquela ali?
snap: não, aquela já tava aqui!
edu: vai ver eles já casaram e nós não vimos!
leo: é provável!
{silêncio no ar… todos começam a sussurrar}
snap: ela tá chegando?
edu: deve estar! olha lá um carro!
snap: não, tá muito feio pra ser da noiva!
leo: entrevista as pessoas e pergunta se elas sabem quem é a noiva!
snap: hduashduashduasdhausdh!
edu: calma! olha lá! não, não, é garçonete…
snap: opa, chegou!

e daí o casamento foi realizado. muita desgraça pros dois. até meu vô zoou:

: putz, minha testa tá até molhada de emoção!
todos: usahdausdhausidhasiudhasiudhasiudh!

os homens que pediam dinheiro pro noivo disseram:
‘aê cabeludo! {apontam pra mim} você mesmo, guga! guga! aêêêêê! suahsuahsuahsuahsuahs!’

chapitre I

January 18, 2008

é, usei uma letra maiúscula, mas para escrever um número romano, afinal… err… você sabe… números romanos! e também acho que letras maiúsculas vão ser úteis nos GRITOS!

liguei pra casa ontem a noite:

snap: alô!
mãe: pode falar
snap: tudo jóia?
mãe: tudo sim… com quem gostaria de falar?
snap: dãã… com a senhora!
mãe: pode falar então
snap: mãe, sou eu!
mãe: opa, desculpa! acredita que só agora caiu a ficha?

edu resolve ver 3 episódios de ‘death note’ aqui em casa. ok. depois de ficar frustrado com um fato que ocorreu no episódio 25, ele resolve ir mexer nos meus desenhos:

edu: cara, gostei desse tanque que você desenhou!
snap: valeu!
edu: essa moto ficou estranha…
snap: moto? eu não desenhei moto nenhuma…
edu: olha aqui. {aponta pro desenho}
snap: isso é um helicóptero!
edu: ah, viu o que falta de perspectiva não faz?
snap: vai tomar no cu!
edu: sauhsuahsuahsuahus! você sempre teve problemas com perspectiva.
snap: …
edu: há! esse silêncio significa que tô certo! uahudhsaudh!

começando!

January 17, 2008

apresento a vocês esse novo blog, que tem como função apenas citar merdas que ouço todos os dias. e com letras minúsculas, porque é charmoso! [idiota? eu? não brinca!]

ontem, a caminho do cinema de guaxupé, cidade nos arredores de muzambinho [sim, muzambinho…] ouvi a nathália, amiga do meu primo leonardo [que segundo ela, tem o nariz maior que o do irmão dele, eduardo] comentar:

nath: a mãe de um amigo meu foi pra portugal, pra trabalhar como prostituta. ela até tirou fotos lá pelada. essa é minha mãe…
snap: o quê!? sua mãe é prostituta em portugal?
nath: não! isso é o que ele escreveu na legenda da foto do orkut!

fazer o que, né? se o cara gosta de pôr fotos da mãe pelada mostrando o bundão pra população brasileira, tudo bem…

no outro dia [hoje] fui até a casa do eduardo e escuto outra pérola:

edu: cara, detesto quem insiste em falar os nomes errados…
snap: eu que o diga, né ‘tóp gêar’.

edu: você adora esfregar isso na minha cara, né? mas lembre que fui eu quem te ensinou a falar ‘fáinal fântasí’.
snap: é ‘fentasí’.
edu: hauahuahauishiauhsiuahsaiushaiuhs!

alguns minutos se passam e ele está procurando um programa pra assistir ‘death note’:

edu: aquele programa que você tem é o real player 10?
snap: acho que sim…
edu: mas não é o 11 não?
snap: sei lá… baixa esse aí mesmo, se não for, deleta. não concorda?
edu: não…
snap: owned…

parentes chegam na casa da tia, e meu tio, grande anfitrião [que rima com agrião] vai buscar pães. muito tempo passa e a tia comenta:

tia: poxa, seu tio tá demorando…
snap: deve estar matando o boi pra fazer o pão.
tia: pegando trigo!

lá vem outra:

edu: por que a marca de máquinas de costura se chama ‘singer’?
snap: cantor… vai ver porque ela faz um barulho que parece um canto!
edu: mas mesmo assim, não devia ser ‘finger’? é bem mais certo, não? afinal… finger… dedo… você costura usando os dedos!
snap: err… foi uma tentativa forçada de criar algo para o blog?
edu: quase!

uma vez, o filósofo césar, o sombrio, disse:
‘na ufmg, quem sabe inglês, escolhe inglês. quem não sabe nada, escolhe espanhol.’

como resposta, henrique, o iluminado, disse:
‘espanhol na ufmg é difícil pra caramba.’